Revisão de Materiais dentários não metálicos (AULA)

  • View
    400

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of Revisão de Materiais dentários não metálicos (AULA)

Materiais DentriosM. Paulo HutchisonThis template can be used as a starter file to give updates for project milestones.

SectionsSections can help to organize your slides or facilitate collaboration between multiple authors. On the Home tab, under Slides, click Section, and then click Add Section.

NotesUse the Notes pane for delivery notes or to provide additional details for the audience. You can see these notes in Presenter View during your presentation. Keep in mind the font size (important for accessibility, visibility, videotaping, and online production)

Coordinated colors Pay particular attention to the graphs, charts, and text boxes. Consider that attendees will print in black and white or grayscale. Run a test print to make sure your colors work when printed in pure black and white and grayscale.

Graphics, tables, and graphsKeep it simple: If possible, use consistent, non-distracting styles and colors.Label all graphs and tables.

12

EsmalteDentinaCanal RadicularPolpaTecido Periodontal3

VestibularIncisalCervicalLingual/ Palatina4

Interproximal/MesialVestibularPalatinaOclusalAnatomia Dental BsicaO que Esmalte?O que Dentina?O que polpa/Canal Radicular?Localize as estruturas na figura ao lado.Quais so as faces de um dente anterior? Identifique.

5What is the project about?Define the goal of this projectIs it similar to projects in the past or is it a new effort?Define the scope of this projectIs it an independent project or is it related to other projects?

* Note that this slide is not necessary for weekly status meetings

5Parmetros de avaliao dos materiais dentriosBiomimetismoCusto-benefcioDurezaSolubilidadeBiocompatibilidadeContrao e retrao (coeficiente)Condutividade TrmicaCondutividade EltricaResistncia Mecnica

6TerminologiaCapeamento pulpar- Direto Exposio direta da polpa dental, proteo com cimento apropriado antes de restaurar- Indireto Exposio dentinria ou cavidade profunda, proteo da dentina a fim de evitar o contato de um material irritante com a polpaCimentao Ato de cimentar (colar) uma restaurao indiretaRestaurao Ato de restaurar um dente fraturado, preencher uma cavidade, pode ser temporria ou definitiva (permanente)Base Pasta ou p base do cimento ou materialCatalisador ou Catalista Pasta ou p que inicia ou acelera uma reao77Sinrese Perda de lquidosEmbebio Ganho de lquidosPolimerizao Ativada por fotoativadores especficos em cada material, faz monmeros em polmerosPolimerizao cruzada Polimerizao em cadeia (formao de grandes cadeias de polmeros)Tempo de Trabalho Tempo hbil para esculpir a restaurao ou iniciar o processo de moldagem, entre a incorporao da base ao catalisador at o momento em que o material est pronto para ser inseridoTempo de presa Tempo at que o material esteja totalmente rgido, plstico ou geleificado, quando a restaurao est pronta (dura), por exemplo, aps polimerizao8Tenso de cisalhamento Teste Adeso Pode ser qumica ou mecnica, adeso entre o material restaurador ou restaurao indireta (uma pea ou fragmento)Mdulo de Elasticidade a relao entre tenso e deformao no intervalo de tenses que vai at o limite de proporcionalidadeLimite de proporcionalidade (P) a maior tenso que um material suporta sem desvios da proporcionalidade linear da tenso e deformao.Limite elstico: o mximo de tenso suportada pelo material sem deformao permanente.

9Flexibilidade: a deformao experimentada por um material no seu limite proporcional, por ao de pequenas tenses.Resiliencia: a resistncia de um material a deformao permanente. A dentina muito resiliente, quando no suporta mais, fratura.Fadiga: Fadiga uma injria, fratura, progressiva sob cargas repetidas.Tenacidade: a quantidade de energia necessria para fraturar um material. Constitui uma medida de resistncia a fratura.Friabilidade: Incapacidade relativa do material de suportar deformao plstica antes da fratura. Fratura muito prximo de seu limite de proporcionalidade.Ductibilidade: a capacidade de um material suportar uma tenso de trao sem deformao permanente (deformao plstica). ALTO GRAU DE TRAO INDICA BOA DUCTIBILIDADE.10Maleabilidade: a capacidade de um material suportar uma tenso de COMPRESSO sem deformao permanente (Deformao plstica). ALTO GRAU DE COMPRESSO INDICA BOA MALEABILIDADE.Dureza: Resistencia a edentao ou penetrao permanente na superfcie.11CIMENTOS ODONTOLGICOS

So usados como materiais cimentadores ou restauradoresApresentam baixa resistncia quando comparados ao amlgama e a resina composta (para restaurar).Alm disso tambm so usados como forramento e base de restauraes e principalmente como agente cimentante de restauraes indireta, de prtese fixa e aparelhos ortodnticos.What is the project about?Define the goal of this projectIs it similar to projects in the past or is it a new effort?Define the scope of this projectIs it an independent project or is it related to other projects?

* Note that this slide is not necessary for weekly status meetings

12Tipos de Restaurao- Temporrios (dias a semanas)- Intermedirios (semanas a meses)- Permanentes (meses a anos)- Proteo pulpar- Selantes de fissuras- Construo de ncleos em dentes extensamente destruidos- Obturao de canais* If any of these issues caused a schedule delay or need to be discussed further, include details in next slide.

13HIDRXIDO DE CALCIO

Duplicate this slide as necessary if there is more than one issue.This and related slides can be moved to the appendix or hidden if necessary.14xido de Zinco e Eugenol

Ionmero de Vidro

Fosfato de Zinco